Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo © 2017. Todos os direitos reservados

Saiba mais sobre / Find out more

VIANA DO ALENTEJO

O quê: Teatro enquadrado no projeto "En...cena"

Onde: Cineteatro Vianense

 

Quando: 21.00h

 

Uma família comum: um pai trabalhador, uma dona de casa (pouco) dedicada, um filho rufia e uma filha gira (mas muito limitada).

O pai chega a casa com a notícia da sua promoção na empresa e a mãe logo se apressa a contratar uma criada. Quando tudo parece estar finalmente a dar certo, embora a sua sogra tenha decidido mudar-se para a casa da filha, o pai recebe a notícia de que afinal a empresa faliu e ele é agora responsabilizado por todas as dívidas.

Uma casa que costumava ser tranquila começa agora a ser invadida por estranhos: um casal com muitas posses que compra a casa; a prima da criada que não tem onde viver; uma grávida à procura do pai da criança…

Conseguirá esta família unir-se para que tudo possa voltar a ser como era?

Uma comédia familiar onde tudo pode acontecer…

21MAI 

NO FUNDO DO POÇO

O quê: Teatro enquadrado no projeto "En...cena"

Onde: Cineteatro Vianense

 

Quando: 21.30h

 

Sátira, que se desenvolve em 4 sketches, e que gira em torno da temática da política portuguesa e dos vícios e defeitos de algumas figuras públicas.

6MAI 

OS FEITICEIROS DA POLÍTICA PELO GRUPO CÉNICO DA S.U.A.

29ABR

"SAI À RUA"

O quê: Animação de rua

 

Onde: Praças, ruas e largos de Viana do Alentejo

 

Quando: 15.30h

 

No dia 29 de abril as praças, ruas e largos de Viana do Alentejo acolhem as artes performativas e convidam o público a sair à rua e a assistir a vários espetáculos de música tradicional portuguesa.
Gigabombos do Imaginário: grupo de bombos que pretende aproximar as novas gerações de práticas musicais e artísticas inspiradas nas tradições culturais do povo português.
Batucando: orquestra de percussão que apresenta temas originais onde os ritmos tradicionais portugueses e os ritmos modernos coexistem, num espetáculo em ambiente de desfile em que os músicos interagem com o público presente.
Campos do Alentejo: espetáculo de música que pretende divulgar a música tradicional do Alentejo, ao apresentar modas características da região, que todo o povo alentejano bem conhece e que poderá acompanhar.

Cineteatro Vianense abre as portas ao público, ao longo do ano de 2017, para acolher o “En…cena”, um projeto de programação cultural dedicado à arte cénica.

“EN…CENA”

O quê: Teatro

 

Onde: Viana do Alentejo

18MAR - 31DEZ

“Tartufo” é uma das mais célebres comédias de Molière, que utilizava a linguagem cómica,
abordando com mordacidade as relações humanas que envolvem a religião, o poder e a ascensão
social. Com encenação de Hélder Costa, cenografia e figurinos de Maria do Céu Guerra,
interpretação de Maria do Céu Guerra, João Maria Pinto, Sónia Barradas, entre outros.

O quê: Teatro enquadrado no projeto "En...cena"

 

Onde: Cineteatro Vianense

 

Quando: 21.30h

 

“TARTUFO” PELO TEATRO A BARRACA

18MAR

Onde: Recinto do Santuário N.ª Sr.ª D’Aires

Nos dias 29 e 30 de abril o recinto do Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires acolhe duas tradições ibéricas

Em estreita harmonia com as artes equestres, o recinto do Santuário de Nossa Senhora
D’Aires recebe o trio Sangre Ibérico, considerado uma das maiores revelações da música
portuguesa na atualidade. Revelados ao público na última edição do programa televisivo Got Talent, os Sangre Ibérico são fortemente influenciados pelo flamenco e pelo fado. Unem Portugal e Espanha na transformação de fados e de música tradicional portuguesa em rumbas flamencas, e produzem também temas originais em castelhano. Apoiados por músicos de excelência, apresentam um dos melhores guitarristas do género em Portugal, e uma voz única, num misto de rouquidão, sensibilidade, alma e timbre.

29ABR - 30ABR

“TRADIÇÕES IBÉRICAS”

O quê: Música

 

29ABR

ESPETÁCULO MUSICAL COM “SANGRE IBÉRICO”

Quando: 22.30h

 

30ABR

ESPETÁCULO MUSICAL COM RAQUEL TAVARES

Quando: 22.00h

 

Uma das mais importantes vozes do Fado contemporâneo, Raquel Tavares tem o inato dom de ser fadista e pouco mais se deveria dizer depois. Raquel vive onde o fado mora, no coração de Alfama que bate como se fosse seu e isso sente-se nos seus concertos.